Bitcoin tem o segundo melhor janeiro de sua história

Para os que fizeram as famosas resoluções de final de ano, em 2019, para conseguir obter mais dinheiro e foi atrás do Bitcoin começou 2020 com o pé direito e cumprindo uma boa parte das metas estipuladas.

Enquanto boa parte do mercado tradicional estava meio lento, a criptomoeda mais famosa do mundo conseguiu uma valorização de 31,55% de 1º a 31 de janeiro. Esse foi o segundo melhor janeiro para o Bitcoin, perdendo apenas para o mesmo período de 2013. Na época, a moeda registrou um aumento de 54%.

Alguns fatores ajudaram no crescimento da criptomoeda nesse período, principalmente as instabilidades políticas. O primeiro fato foi o ataque dos Estados Unidos que matou o general iraniano Qasem Soleimani. Inseguros com possíveis turbulências entre autoridades, muitas pessoas refugiaram suas economias na criptomoeda para se proteger.

A epidemia de do coronavírus também alavancou o Bitcoin. Como um grande mercado que é a China, as bolsas de todo o mundo começaram a cair, por conta da contaminação e as restrições ao país. Também como modo de proteção, as pessoas foram atrás do Bitcoin para levar suas reservas de valor.

Por ser uma moeda descentralizada – sem empresas ou governos controlando –, o Bitcoin consegue ter uma autonomia muito maior e ficar alheio a crises políticas e financeiras, como acontece na Argentina e Venezuela, por exemplo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

arrow_upward
en_USEnglish