Exchange inicia campanha para combater COVID-19 na África

Enquanto países ricos sofrem absurdamente com o avanço da pandemia do novo coronavírus e o colapso dos sistemas de saúde locais, regiões menos favorecidas, como a África, se veem fracos nessa situação e precisam se ajuda externa para lutar com a doença.

 

Por sorte, o mundo cripto já se demonstrou, desde o início do COVID-19 na China, um grupo bastante solidário. Diversas empresas do setor fizeram inúmeras campanhas de arrecadação de fundos, materiais e alimentos para auxiliar as pessoas em regiões de difícil acesso.

 

Agora, a corretora de criptomoedas Paxful está de olho no avanço do COVID-19 na África. Por isso, a empresa criou um fundo, chamado de #BuiltWithBitcoin Africa Fund – #ConstruaComBitcoin Fundo da África –, para arrecadar valores e ajudar os mais necessitados.

 

“Com o COVID-19 em ascensão na África e os casos crescendo a taxas exponenciais, o #BuiltWithBitcoin Africa Fund está em uma missão para fornecer uma solução para a lacuna de oferta que os mais vulneráveis estão sentindo”, dizia o comunicado.

 

Com o projeto em funcionamento, a ideia é comprar Equipamentos de Proteção Individual (EPI), pacotes de alimentos, mantimentos e até instalar estações para que as pessoas possam higienizar suas mãos.

 

A Paxful iniciou o fundo já com US$ 15 mil. Esse montante será destinado à compra de produtos básicos, como água, alimentos e suprimentos médicos. Além disso, a empresa vai distribuir 8.400 refeições em toda a África do Sul e 6.100 máscaras para profissionais que estão na linha de frente, no Quênia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

arrow_upward
en_USEnglish