Venezuela usa cartão de Bitcoin para tentar se salvar

A crise na Venezuela já é algo bastante conhecido e, infelizmente, traz grandes consequências a toda sua população. A hiperinflação, altas taxas de desemprego, crise política, sanções mercadológicas e má administração das contas públicas levaram o país à beira do abismo econômico.

Uma das opções para salvar o que resta s baseou nas criptomoedas. Após tentar emplacar uma nova moeda fiduciária, mas sem sucesso, Nicolás Maduro, presidente venezuelano, criou a moeda digital Petro, lastreada nas reservas de petróleo. Enquanto isso, a população corria para trocar seus bolívares por Bitcoins.

Ainda com a crise batendo no pescoço, Maduro decidiu apostar de vez nas criptomoedas e criar, em conjunto com duas empresas, um cartão de débito exclusivo para moedas digitais. Com ele, os usuários poderão transferir quatro ativos digitais diferentes. Entre eles, o Bitcoin, Ethereum, Dash e, claro, a Petro.

Esse cenário mostra como a tecnologia das criptomoedas e sua descentralização é muito forte. Porém, a má gestão de governos dificilmente pode ser arrumada com elas. Mesmo assim, é um sinal de esperança para a população que tanto sofre, mas vê, no Bitcoin, uma forma de continuar sobrevivendo.

É nítido que as criptomoedas já estão mudando o cenário financeiro atual. Com o passar do tempo, sua adoção será cada vez maior. Por isso, não perca tempo em fazer parte desse novo cenário. Acesse o site da Cryptal, confira os planos e faça agora mesmo sua adesão em uma plataforma de investimentos rentável e segura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

arrow_upward
pt_BRPortuguês do Brasil