Nova CPMF levaria aceleraria a adoção das criptomoedas

A taxação de impostos no Brasil é um problema bastante grande à maioria da população, ainda mais considerando que esses tributos não são retornados à sociedade em forma de benefícios ou melhorias.

Recentemente, o ministro da economia Paulo Guedes apresentou um projeto para lançar uma nova CPMF. Nela, assim como acontecia antigamente, transações financeiras, como depósitos, saques e compras nos cartões de débito e crédito estariam sujeitas a taxação. O presidente Jair Bolsonaro ainda não aprovou a proposta.

Caso isso aconteça, a grande maioria dos brasileiros, que estão vinculados a algum banco de alguma forma, estaria em sérios problemas, já que o simples saque do salário acarretaria em tributos.

Embora no Brasil o uso de criptomoedas seja considerável, isso poderia levar a uma aceleração à adoção do Bitcoin e outras moedas digitais no país para tentar fugir das taxações indesejáveis.

Para se ter uma ideia, recentemente postamos aqui no Blog que uma transação no valor de R$ 4 bilhões em criptomoedas foi realizada, e a taxa cobrada pela exchange foi de apenas R$ 16 – valor impraticável pelos bancos atualmente.

Essa flexibilidade e baixas tarifas que as exchanges e as criptomoedas promovem poderiam fazer com que os brasileiros trocassem seus Reais por moedas digitais e aquecesse o mercado de criptoativos.

Uma situação bem parecida vive a Nigéria. Por lá, um tributo muito semelhante à CPMF está sendo aplicado. A diferença é que ele vale apenas para depósitos e a partir de determinado valor. Mesmo assim, muitos nigerianos já fizeram a troca para as criptomoedas.

Mais uma vez, as moedas digitais mostram que sua tecnologia e ideia são inovadoras e revolucionárias. Você já pode participar desse mundo novo. Com a Cryptal, você tem acesso a uma gama de serviços que vão te trazer segurança e rentabilidade em um só lugar. Acesse o site da Cryptal e confira os planos de adesão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

arrow_upward
pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_BRPortuguês do Brasil