Banco HSBC vai lançar plataforma de ativos baseada no blockchain

Embora ainda esteja em fase de aplicação, a digitalização de empresas não é algo mais tão novo assim. Até pequenos comércios de regiões interioranas já abandonaram as antigas pranchetas e as trocaram por sistemas informatizados para o gerenciamento de estoque, vendas e emissão de notas fiscais.

Se esses estabelecimentos já funcionam conectados a uma rede, um banco global, como o britânico HSBC, deve estar muito à frente na questão de registro de dados e informações, não é mesmo? Pior que não!

Sem ser injusto, claro que boa parte do sistema lá é digitalizada, mas ao falar sobre investimentos, uma das maiores instituições financeiras do mundo ainda utiliza o papel como ferramenta principal para fazer seus registros.

Em comunicado à Reuters, o HSBC precisa padronizar todas as aplicações feitas em mercados privados. Por isso, o armazenamento das informações é realizado de maneira física.

Mas, enfim, o banco chegou ao século XXI, e decidiu informatizar esse processo. E viu, no blockchain, tecnologia base das criptomoedas, uma ótima opção para isso. Com o sistema Digital Vault, o HSBC espera acelerar o processo de registro e possibilitar o acesso, em tempo real, de seus clientes aos ativos.

Essa nova plataforma de custódia é um projeto muito grande e é considerado uma das maiores implementações já feitas com o blockchain em um banco global.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

arrow_upward
pt_BRPortuguês do Brasil