Bitcoin tem potencial para revolucionar o sistema bancário

Hoje, é difícil imaginar um mundo sem bancos. Onde depositaríamos nossas economias? Onde faríamos pagamentos de contas, transferências ou saques? Quem garantiria a segurança do meu dinheiro ou validaria todas as movimentações financeiras? De fato, os bancos tem uma grande influência na sociedade e até mesmo nos níveis mais altos dos governos. E isso tudo custa muito caro e nem sempre o serviço é dos melhores. 

Mas para o bilionário e entusiasta das criptomoedas, Tim Draper, o Bitcoin tem um forte potencial e poderia ser uma boa ferramenta para transformar todo o sistema bancário atual.

 

O especialista que acredita as vantagens das criptomoedas são muito maiores do que as oferecidas pelos bancos tradicionais. A primeira coisa seria a eliminação de taxas exorbitantes, como em “toda vez que você passa o cartão de crédito”. Embora os compradores não sejam cobrados diretamente pela transação, o preço final do produto já inclui a tarifa, mesmo que o valor seja pago em dinheiro físico.

 

A descentralização também é citada por Draper. Ela evitaria que ações dos governos desvalorizassem a criptomoeda. Enquanto os Estados Unidos imprimem US$ 3 trilhões pelo Banco Central e enfraquecem o dólar, o Bitcoin, por outro lado, não seria afetado, já que há um número limite de 21 milhões de unidades disponíveis, sem possibilidade de novas gerações.

 

Na prática do dia a dia, o Bitcoin ou outra moeda digital seria ainda mais efetiva. O bilionário destaca a universalização da criptomoeda. Segundo Draper, um imigrante da Síria teria muitas dificuldades em gastar o dinheiro de seu próprio país na Grécia. Com o Bitcoin ou outra criptomoeda, isso seria muito mais possível de acontecer.

 

Como defesa, Tim diz que muitos governos ainda se apegam ao senso de tribalismo para representar seu poder. Por outro lado, ele destaca que a descentralização está se tornando uma tendência e o blockchain também pode ser usada para governar, mas com mais liberdade de expressão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

arrow_upward
pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_BRPortuguês do Brasil